Choro a falta que me fazes

Dizias sempre o mesmo. O discurso manteve-se praticamente inalterado durante anos. E eu, parvo e cego, ouvia-te sempre. Foram tantas vezes que te virei costas, convicto que assim poderia escapar às certezas que julgavas ter. As conversas acabavam sempre com o meu mau humor a imperar, e tu, bastante menos frágil do que aparentavas ser, sujeitavas-te sempre a tudo. Parece-me agora impossível que seis anos se tenham passado, e que os nossos últimos diálogos pareçam os mesmos do início. E como era bom ao princípio. Era a novidade. Estivemos juntos mais tempo do que a maior parte das minhas relações. Obrigado por isso. Partilhamos tantas e tantas noites mal dormidas. Sim, acabam sempre por ser essas as de que nos lembramos. Nunca nos vêm à memória as coisas boas. Se aquelas quatro paredes falassem, teriam certamente histórias interessantes para contar. Outras ficarão para sempre esquecidas. Talvez um dia.

Da primeira vez que te vi, confesso que não te prestei grande atenção. Foi num desses locais de passeio domingueiro, o IKEA de Alfragide. Era um Sábado de Outono se bem me lembro. Chuvoso. Toda a gente parava quando passava por ti. Como os compreendo bem. Era impossível ficar indiferente na tua presença. E ainda assim é. Mas algo em ti mudou. O teu monólogo passou a ser intermitente. Começaram a chegar os dias em que o silêncio te substituiu. E foi apenas nessa altura que me permiti convencer que tudo tinha havia terminado.

Adeus, despertador com gravação de voz do Ikea. Aparentemente já não és fabricado. Procurei-te no catálogo online, e não te encontrei, iludido que estava de que te poderia substituir. Poderia tê-lo feito com mais afinco, para aqui deixar o merecido link para a posteridade. O tempo escasseia, despertador. É sempre assim com os bons. Os que se vão demasiado cedo. Deitam o molde fora. Ficas a saber que depois de ti, não haverá substituto à altura. Foi bom, despertador, acredita quando te digo que foi bom. E obrigado.

24 thoughts on “Choro a falta que me fazes

  1. Estou em busca dum despertador que permita colocar mp3, que projecte a hora para eu entrar em pânico e que toque uma buzina pior que o alerta das 12h nos Bombeiros.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.