I want you

Não quero nada. Estava a brincar. Limitei-me a copiar a frase do Tio Sam, aquela da propaganda para quando o voluntariado militar está pelas ruas da amargura, ou quando os States precisam de ir sacar petróleo a algum lado sem pagar.

Obrigaram-me a requerer os serviços de uma empresa de consultoria. Sim, não tenho um séquito de consultores, nem um departamento de marketing. Nem sequer tenho mulher a dias aqui no meu T1+1. A minha sede de campanha é miserável.

Ainda assim, e como não tenho conhecimentos para contratar malta da cientologia, empenhei o meu anel de rubi, para te levar ao…esperem, música errada.

Quando se cria um blog, não se está espera que ao fim de menos de três meses, se esteja envolvido em andanças de eleições para BILF. Fui apanhado desprevenido e estou mal preparado. Sou a cigarra nesta fábula de La Fontaine. Mas não gosto de perder nem a feijões, e como tal, vou à luta. Já estou habituado a enxertos de porrada. É só lerem o blog uns posts atrás.

O BILF é o Blogger I‘d Like to Fuck. Damn. Me like. Obrigado por acreditares em mim.

P.S. – E agora, para um momento de graxa pura…

58 thoughts on “I want you

    • Tábua Rasa, obrigado. Foi o melhor “querido mudei o Header” que podia ter conseguido. 🙂

      Votaste noutro? Não faz mal, podes voltar a votar com um IP diferente. Disseram-me.

  1. eheheeh! Deves ter gasto mais em material de campanha que um partido político. Só em pins deve ter sido um balurdio, e a consultadoria deve ter sido prestada pela mesma empresa que apoiou o Cavaco.
    Oxalá que ganhes, porque se não ganhas e defraudas os teus apoiantes, lá terás que pôr as nalgas de molho!

    (isso de engraxar as fonas…não é bonito 🙂 )

  2. Ja vi pelos varios blogs que voces estao a levar isto do BILF a serio, a namorada do Tolan até ja veio a publico angariar votos como primeira dama.
    Mas o que é o premio afinal?

    by the way, adoro o design do pin (a serio eu comprava) obviamente que nao usaria a parte do votem BILF, mas o primeiro do I want you, acho o maximo.

    • Não sei, freeculturelisbon, não me disseram.

      Ainda estou à espera daquele saco com treats que supostamente os nomeados recebem.

      Obrigado. 🙂

  3. Fónix, Troll, Respect. Este header e respectiva campanha deixou-me banzado. Eu que tenho um alter ego para explorar para me fazer estas cenas de borla e não tenho nada para mostrar. Rock on.

    • Prezado, foram vários meses de preparação.
      Ainda não tinha o blog e já andava a preparar isto. A equipa que elegeu o Cavaco é assim boa. Trabalham com uma antecipação brutal.

      O teu alter ego trouxe ao mundo aquelas canecas brutais. Paga-lhe um copo ou dois. 🙂

  4. Ahahah…muito bom! Olha, até te digo mais: eu nem estava a pensar participar, mas só por causa disto até vou votar em ti (a sugestão das nalgas ajudou, é certo, mas este toque de humor bateu tudo).

  5. Não era necessária esta campanha de marketing, Troll.
    O meu voto estava certo. 🙂

    Mas aquilo está muito estranho. Já li malta a dizer que consegue votar mais do que uma vez, e alguns nomeados nem sei quem são. Fazia falta um link para a malta poder ver o potencial dos menos conhecidos.

    • Fiona, obrigado.

      Não percebi muito bem, mas sim, já me disseram que as poll’s às vezes têm destas coisas.
      Não há-de ser nada. Eu acredito em mim e na minha campanha. 🙂

  6. Senador Troll,

    Já votei em ti, agora só espero que não te esqueças dos amigos que visitam aqui o blog, é que um lugarzinho numa empresa pública dava-me jeito ou como secretária da secretária, estou a torcer por ti.

    • Rainha St, obrigado.
      Eu não me esqueço de ninguém. A minha directora de campanha tem os vossos nomes todos apontados num Excel. Nunca me deixaria esquecer um apoiante da causa. 🙂

  7. Este blog era um bom blog. Um local onde valia a pena perder-mo-nos por uns minutos. No doubt about it. 😉

    Agora um gajo entra neste antro e dá de focinho com uma panisguisse de todo o tamanho, com cráchas de “votem em mim que o Troll fixe”, comentários de miudas em maior delírio que as fãs dos Beatles no aeroporto de Liverpool, pinheirinhos e carrinhos em verde oliva e o diabo a sete. Só falta mesmo isto http://www.youtube.com/watch?v=HBQ9dm7zaQU a bombar em audio para estarmos a bater no fundo, han? 😀

    Troll, man, relata mazé ataques de diarreia, caminhadas valentes por montes e vales (ah, a propósito, tou capaz de me meter nisto: http://www.lebresdosado.pt/Pedestrianismo/RegulamentodaMarcha_28042012.pdf, ganda maluco, eheheh) , covers canhotos em semi-acusticas manhosas, isso sim, é a alegria deste tasco 🙂

    Abracinhos e coiso.

    • Nada disso, Francisco.

      A partir de 2 links externos, o meu anti spam ataca. Podias muito bem ser um bot disfarçado. 🙂

      Nunca activei moderar o que quer que seja. 🙂

    • Querem lá ver? Quem é que “leakou” essa informação? Quem?
      Mak, não podias saber que toda a minha estratégia se baseia nessa análise. Mas enganaram-te. Foi na Feira de Enchidos do Jumbo.
      Com especial incidência nas alheiras de Mirandela.

  8. Olhem, eu cá não quero saber disso de departamentos e do diabo a quatro. A pergunta que se impõe é: e para quando os croquetes, senhores? Com uma campanha deste calibre e ninguém pensa num comício?

    • Anna Blue, está tudo planeado. Mas apenas se ganhar. 🙂

      Sandes de atum com redução do que estiver mais à mão.
      Canapés de camarão preparados à condição.
      Será servido um cocktail de gambas em abacate,
      e outras iguarias de elevado quilate.

    • Blue, isto é democracia. 🙂

      Ou um bom script para “enganar” I.P’s. O que não deixa de ser comum em eleições supostamente democráticas. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.