Post mais Geek não há

Quando, e se um dia me casar, quero um bolo destes. Sem espinhas. “Valha-nos São Giger!!, também quero isso para mim” dirão alguns, “Oh que coisa mais kitsch” dirá a maioria. Que se lixem os últimos. Um bolo destes convencia-me. Isso e sapateira da boa, com fartura. Sapateira nunca é demais. O truque é substituir cinquenta por cento da totalidade da cerveja que se está a pensar misturar, por whisky decente e de malte. É a minha dica, e é de graça.

Nem a última investida de Hollywood nesta temática, diminui o apreço que tenho pelo Universo Alien. Os Yautjas também têm reservado um cantinho especial no meu coração. Nem o filme está tão mau como o querem pintar, nem o Ridley Scott disse que iria dar todas as respostas. Por mim, já me dei por satisfeito por me explicarem quem era aquele Space Jokey do Alien original.

Mas falava de casamentos. Nem por isso. Falava de bolos. Deste bolo. Este bolo levava-me ao altar. Mas ai daquele que lhe tocasse. 

Daqui.

21 thoughts on “Post mais Geek não há

  1. Opá, e estão os dois a sorrir! (No Predador não dá bem para perceber, mas ao Alien até lhe dá quase um ar… não, ia dizer simpatico mas ia estragar a coisa)

    Está genial, hoje em dia consegues arranjar bolos do que quiseres. Imaginas, descreves, e sai-te uma obra de arte.

    (pensa assim, podia ser um bolo de anos, já sabes é que a tendência é alguém arrancar logo uma cabeça, tens de pôr um cordão de segurança – de preferência electrificado – à volta) 😀 😀

    • ps – estava agora a reparar que o Alien é a noiva. De facto a criatura consegue ter um espírito algo feminino (em mau), nunca tinha pensado nisto.

      (“You may now decapitate the bride” – how geek is this cake? – tinhas razão quando deste o título ao post, mas é de sonho)

  2. Olha, troll, eu também tenho uma dica para ti (totally free): não digas qual o bolo de casamento dos teus sonhos à moça antes de a pedires em casamento… Como se costuma dizer, mais vale prevenir… 😉

    • Mam’Zelle, teria obviamente que ser uma moça minimamente instruída no tema Geekolândia, para permitir uma coisa destas. Quero acreditar que elas andam aí. 🙂

    • Mak, uns dias penso que vai entrar um Alien pelo escritório dentro para massacrar todos os Ewoks que trabalham comigo. Depois acordo e apercebo-me que não estou em Endor. Nao percebo como é que vieram aqui todos parar. 🙂

    • Karenina, é uma interpretação possível. 🙂
      Eu num altar, e sendo que sacrifícios estão demodé, só num hipotético casório.

  3. Então ias levar o bolo para casa intocado? Ias pô-lo numa vitrina em jeito de expositor?
    Não sei o que seria mais estranho (ou original) um bolo destes num casamento, ainda que se os convidados pudessem ir vestidos a rigor acabava por se tornar algo (giro) do outro mundo, ou não deixares comer o bolo 😀

    • CP, não tenho amigos suficientes para convencer a irem vestidos a rigor. Mas a minha geekice é só minha. Não iria obrigar malta a ir assim vestida. Se alguém o quisesse fazer, não teria nada contra. 🙂

  4. depois de um bolo destes, a lua de mel teria de ser em Puerto Vallarta, com direito a uma Canopy Predator Tour e tudo…um must!!
    ps- claro que o Predator é o noivo

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.