Sumagre

sumagre

É como se tivesse bebido sumagre e toda a sua acidez rebentasse em pleno no meu palato. Custa-me engolir estas merdas. Custa-me ver a facilidade com que elas chegam e caem logo nas graças dos Orcs aqui do departamento. O facto de terem alcunhas como “Sara Brochista” devia ter-me alertado. –Ok malta, até pode ser, eu não a conheço, se calhar até é uma boa aquisição independentemente das opções pessoais-. Diz que sim, diz que é. Ainda não experimentei a performance e também não quero. Mas já a viram a entrar acompanhada nas Suites do Marquês, por isso parece ser bastante proactiva, como se quer por estas bandas.

Numa rápida nota de rodapé, nesta ausência demasiado longa descansei de blogues. Sabe bem. Deviam experimentar. Vesti-me de Pai Natal e fui um sucesso, mesmo tendo usado como cabelo, a peruca que fez sucesso como Layne Staley no último Halloween. Ninguém reparou. Em Seattle também devem existir Pais Natais. Recebi meias. Fiquei apaixonado por aguardente velha com mel e canela que estavam fechadas numa garrafa desde o ano anterior. Isto em frente a uma lareira. Foi amor à primeira vista, sendo que quando me falaram dela, confesso ter torcido o nariz.

 

Ainda gosto de vocês todos, mesmo de ti.

 

 

6 thoughts on “Sumagre

  1. Epá, a Sara Brochista nunca te levou para as suites do Marquês mas, pelo menos trouxe-te de volta a estas paragens. Só por isso já gostamos da Sara Brochista. Bom ano Troll e vai aparecendo mais amiúde que a gente agradece.

    • Bom ano para ti também, Miss S. 🙂

      Tentei não me deixar levar pelo óbvio da alcunha, mas em pouco mais de uma semana já toda a gente se apercebeu do andamento.

      O meu receio é que no próximo Natal, naquela troca natalícia de presentes do amigo secreto, alguém não resista e lhe ofereça umas joelheiras. Infelizmente é uma piada sexista mas parece corresponder à verdade. -_-

    • Mam’Zelle M., tudo menos mito. Elas existem, eles também, e trabalham todos aqui. É um belo de um putedo franciscano como diria Mamã Troll com veemência.

      Em todas as grandes empresas encontras nichos destes. Os do putedo franciscano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.