“What we do in life echoes in eternity”

tumblr_mbvafyfvkm1qbtvygo1_r1_500

Eu disse-lhe que não seria a melhor das ideias. Que uma mulher madura quando anui a entrar em casa de um solteirão de 30 e muitos anos, não vai exactamente com o intuito de visionar pela enésima vez o “Gladiador”. Por mais perfeitos que sejam os pixeis do Blu-ray, na tua Smart TV Full HD, por mais docinhas que estejam as pipocas do Pingo Doce. Ela não sabe que já não entra uma mulher solteira em tua casa, desde que pagaste pela entrada da última. Não, a tua mãe não conta, por muito boa que seja a sopa de espinafres dela. E sim, as sopas da Dona Inês são mesmo boas, que já provei.

Ainda tenho alguma dificuldade em acreditar que te tenhas metido com ela no Leroy Merlin, ali, entre o Lambrim e o Pladur. Falaram e foram juntos até à caixa. Acreditando nisso, torna-se real e credível, a possibilidade de um final feliz para todos os solteirões acima dos 35, e que revelam um fantástico talento para a inaptidão social.

Ainda assim conseguiste foder tudo com o Blu-ray do Gladiador. Acredita em mim. Não é assim que funciona. Trocavas as pipocas por um tinto decente em copos de haste fina e formato largo e arredondado para permitir a “respiração” do vinho. Podes não perceber um caralho do assunto, mas se lhe explicasses isso enquanto o fazias, terias tido melhor sorte. Um som ambiente calmo. Nada de gládios a baterem e multidões sedentas de sangus, aos urros. Até podia ser um Tom Jobim. Não gostamos assim tanto mas fica sempre bem. É claro que a assustaste. Ela foi-se embora pouco depois do filme com a desculpa do trabalho no dia seguinte, e tu ficaste no sofá a acabar as pipocas. Foste tomar banho antes de dormir, e provavelmente acabaste o banho mais uma vez a bater uma sozinho. E pensar que desta vez podias estar acompanhado.

E nem quando já não te consideras um pária socialmente inapto podes dormir na forma.  Aprendi que é muito mais simples concordar com três episódios de enfiada de “Girls“, seguido de um do “Modern Family” parece teres mais sorte, do que com um Gladiador a 1080p. Acabas por achar imensa piada ao génio da Lena Dunham e da sua série, e consegues rir a bandeiras despregadas com as situações em que o Phil e a Claire se metem. No fim consegues conversar e rir sobre as personagens, e ainda tens sorte como bónus. Aprende, meu amigo pária, aprende.

12 thoughts on ““What we do in life echoes in eternity”

  1. Olha quem voltou. Bons olhos o leiam, sr. Troll. 🙂

    Nem todas as trintonas estão sempre para aí viradas. É uma questão de momento, de timing. E aqui me incluo-o.
    Mas de facto entre uma música ambiente e um vinho, e um filme de acção, mas depressa me convencias tu do que esse teu amigo. 🙂

    • Fiona, bons olhos a vejam.

      Do que consegui perceber deste infeliz caso. Ela queria algo diferente de um filme de acção e pipocas. Ele também mas não se soube comportar. Ninguém teve direito a nada, o que é uma pena. 🙂

      Talvez tenha errado na inclusão de todas as trintonas no mesmo pack. Mas as evidências aqui eram mais que muitas.

  2. Oh homem, toda a mulher se está a cagar para ser bluray rip e ter 4 Gb, e só se irrita quando o som nao está perfeito, e vao melhorar, e demoram 2 h nisso, quando só queremos ver o cabrao do filme ou série em qualquer resoluçao, we don’t fucking care! we don’t see the difference between 800 Mb or 1,6 Gb. Mas vemos a diferença entre simplesmente ver a cena em nossa casa, e o tempo que demora a ver noutra casa.
    Fora isso, girls é muito bom.

    • Luna, não sou um perfeccionista dos ripanços, mas o que queria mesmo dizer, era que entre o blueray XPTO do gladiador e o girls em versão muito má, o gajo ter-se-ia provavelmente safado melhor.

      Ps- a minha personagem preferida é a shoshana. 🙂

  3. O teu amigo pôs a parada muito alta. Aqueles homens, com aqueles corpos reluzentes… a miúda olhava para a tv, olhava para o lado e decepção batia. Tinha que lhe mostrar era o Mr. Bean…

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.